Café

Conhecida mundialmente como café "robusta”, o Conilon representa aproximadamente 30% da produção mundial de café e origina-se do Congo (África). O termo "robusta” traduz-se como rusticidade e resistência, sobretudo à ferrugem, daí seu nome. Seu cultivo, no mundo, ocorre em regiões quentes e úmidas. No Brasil, seu cultivo ocorre a altitudes inferiores a 500 m, e temperaturas médias de 22 à 24oC. Apenas Espírito Santo e Rondônia produzem 87% do café robusta nacional.
O café conilon faz parte da história do Espírito Santo sendo responsável pelo desenvolvimento econômico e sustentabilidade da agricultura Capixaba. A atividade é o maior gerador de recursos da maioria dos municípios. O Estado é o 2º maior produtor de café do país e o 1º em café conilon, gerando 350 mil empregos diretos (Fonte: Centro de Comércio de Café de Vitória).
Segundo o IBGE, em 2013 a produção Capixaba atingiu 8,18 milhões de sacas numa área cultivada de 494.753 hectares.